Usando o SmartPhone com seu teclado de computador

Mapa de teclado clássico (atalhos básicos) Navegação

  • Mover para o próximo item: Alt + Shift + seta para a direita
  • Mover para o item anterior: Alt + Shift + seta para a esquerda
  • Mover para o primeiro item: Alt + Shift + seta para cima
  • Mover para o último item: Alt + Shift + seta para baixo
  • Clicar no elemento em foco: Alt + Shift + Enter

Ações globais

  • Voltar: Alt + Shift + Backspace
  • Início: Alt + Shift + h
  • Apps recentes/Visão geral: Alt + Shift + r
  • Notificações: Alt + Shift + n
  • Pesquisar na tela: Alt + Shift + / (barra)
  • Próxima configuração de navegação: Alt + Shift + igual (=)
  • Configuração de navegação anterior: Alt + Shift + menos (-)
  • Abrir o menu de contexto global: Alt + Shift + g
  • Abrir o menu de contexto local: Alt + Shift + L
  • Parar fala do TalkBack: Control
  • Pausar ou retomar TalkBack: Alt + Shift + z

Mapa de teclado padrão (mais atalhos

Observação: Os atalhos abaixo usam a tecla Alt. É possível escolher uma tecla modificadora diferente acessando Config. depois Acessibilidade depois TalkBack depois Configurações depois Gerenciar atalhos de teclado depoisEscolher tecla modificadora.

Navegação

  • Mover para o próximo item: Alt + seta para a direita
  • Mover para o item anterior: Alt + seta para a esquerda
  • Mover para o item acima: Alt + seta para cima
  • Mover para o item abaixo: Alt + seta para baixo
  • Mover para o primeiro item: Alt + Control + seta para a esquerda
  • Mover para o último item: Alt + Control + seta para a direita
  • Clicar no elemento em foco: Alt + Enter
  • Manter elemento em foco pressionado (tocar e manter): Alt + Shift + Enter
  • Ler a partir do início: Alt + Ctrl + Enter
  • Ler a partir do próximo item: Alt + Ctrl + Shift + Enter
  • Navegar para a janela seguinte ou anterior: Alt + Control + seta para baixo ou para cima

Observação: Na exibição de tela dividida, esse atalho move o foco entre os dois apps abertos. Em outros casos, ele move o foco entre a barra de navegação, a tela principal e a barra de status.

Ações globais

  • Voltar: Alt + Control + Backspace
  • Início: Alt + Control + h
  • Apps recentes/Visão geral: Alt + Control + r
  • Notificações: Alt + Control + n
  • Pesquisar na tela: Alt + Control + / (barra)
  • Abrir o menu de contexto global: Alt + Espaço
  • Abrir o menu de contexto local: Alt + Shift + Espaço
  • Pausar ou retomar o TalkBack: Alt + Control + z

Navegação de texto

  • Mover para a próxima palavra: Alt + Shift + Control + seta para a direita
  • Mover para a palavra anterior: Alt + Shift + Control + seta para a esquerda
  • Mover para o próximo caractere: Alt + Shift + seta para a direita
  • Mover para o caractere anterior: Alt + Shift + seta para a esquerda

Navegação nas páginas da Web no Chrome Use estes atalhos para mover para o elemento seguinte ou anterior em uma página da Web.

Botão

  • Próximo: Alt + b
  • Anterior: Alt + Shift + b

Controle

  • Próximo: Alt + c
  • Anterior: Alt + Shift + c

Marco ARIA

  • Próximo: Alt + d
  • Anterior: Alt + Shift + d

Campo editável

  • Próximo: Alt + e
  • Anterior: Alt + Shift + e

Item focalizável

  • Próximo: Alt + f
  • Anterior: Alt + Shift + f

Gráfico:

  • Próximo: Alt + g
  • Anterior: Alt + Shift + g

Título

  • Keymap: Alt + h
  • Anterior: Alt + Shift + h

Nível de título 1, 2, 3, 4, 5 ou 6

  • Próximo: Alt + [1-6]
  • Anterior: Alt + Shift + [1-6]

Lista

  • Próximo: Alt + o
  • Anterior: Alt + Shift + o

Item da lista

  • Próximo: Alt + i
  • Anterior: Alt + Shift + i

Link

  • Próximo: Alt + L
  • Anterior: Alt + Shift + L

Tabela

  • Próximo: Alt + t
  • Anterior: Alt + Shift + t

Caixa de seleção

  • Próximo: Alt + x
  • Anterior: Alt + Shift + x

Caixa de combinação

  • Próximo: Alt + z
  • Anterior: Alt + Shift + z

É possível manter os atalhos padrão listados acima ou alterá-los em Config. > Acessibilidade > TalkBack > Configurações > Gerenciar atalhos de teclado.

Fonte:
Google

Novo smartphone da Samsung com estrutura em metal é aposta para bater o iPhone 6

O Alpha pode ser a aposta da Samsung para competir com os prováveis novos modelos de iPhone com tela grande, que são esperados para setembro, mas modelo não supera seu antecessor, o Galaxy S5

Silas Scalioni – Estado de Minas

Novo aparelho pesa apenas 115g e tem 7mm de espessura, sendo considerado um dos mais finos do mercado (Samsung/divulgação)

Novo aparelho pesa apenas 115g e tem 7mm de espessura, sendo considerado um dos mais finos do mercado
A linha Galaxy de smartphones tops da Samsung ganhou mais um integrante. Depois de algumas semanas sendo especulado pelo mercado (após o vazamento na internet de fotos e especificações técnicas sobre um novo produto), finalmente a gigante sulcoreana apresentou, na semana passada, o Galaxy Alpha. Um equipamento de alto nível e que tem sido chamado pela empresa como a evolução do design Galaxy, uma vez que foi construído em corpo metálico (ao contrário do plástico dos demais) e conta com componentes bem avançados dentro de uma das menores espessuras de toda a série Galaxy (são somente 7mm de espessura e apenas 115g).

Apesar de um corpinho tão esbelto, o Alpha apresenta uma configuração das mais robustas. Tudo começa pelo seu processador octa-core, que combina dois chips de quatro núcleos (um de 1,8GHz e outro de 1,3GHz). É um smartphone com sistema operacional Android 4.4.4 (KitKat) e com características inovadoras em todos os sentidos. Sem dúvida, um dos bons aparelhos do gênero já concebidos. A memória RAM é de 2GB e o espaço para armazenamento de arquivos de 32GB (porém, um pequeno pecado, o dispositivo não conta com entrada para cartões microSD, o que impede qualquer expansão). A tela do Alpha é de 4,7 polegadas Super Amoled com alta resolução de 1.280p x 720p.

São várias as funcionalidades oferecidas pelo modelo. Para citar algumas tops, basta começar pela sua conexão LTE 4G, que permite transferir dados e navegar pela internet em alta velocidade, e a sua conectividade wi-fi e GPS, também presentes de forma competente no aparelho. Ele tem ainda leitor multimídia, videoconferência e conexão Bluetooth. Claro que, para um smartphone desse nível, a câmera teria de ser de alto nível. Pois bem, ela é de 12MP, que permite ao Galaxy Alpha fazer fotos com resolução de 4.608p x 2.592p, além de poder gravar vídeos em 4K (resolução de 3.840p x 2.160p).

O Alpha pode ser a aposta da Samsung para competir diretamente com os prováveis novos modelos de iPhone com tela grande, que são esperados para setembro, em tradicional evento de lançamento que a Apple costuma fazer. Além do acabamento em metal, bastante parecido com os modelos 5, 5C e 5S do iPhone, sua tela de 4,7 polegadas é do mesmo tamanho de pelo menos um dos smartphones da Apple, e que é também especulado para o iPhone 6.

Registra-se que uma das mais antigas reclamações dos usuários da linha Galaxy era justamente a estrutura lateral e traseira de plástico dos modelos. A preferência sempre foi por acabamento em metal e um design visualmente mais bonito (quesito que o iPhone ganha de longe). Até mesmo os aparelhos da linha Galaxy mais tops adotam estrutura de plástico, produto bem menos nobre do que o metal e o vidro já usados pelo iPhone.
Alpha X S5, qual é o melhor?
O Galaxy S5 ainda apresenta detalhes técnicos melhores do que o novo equipamento (Samsung/divulgação)

O Galaxy S5 ainda apresenta detalhes técnicos melhores do que o novo equipamento
O Galaxy Alpha ainda não tem data para chegar ao Brasil (deve ocorrer já no mês que vem) nem preço para o país (provavelmente, ficará numa faixa próxima à do Galaxy S5). Pelas fotos divulgadas, serão quatro cores disponíveis: azul, cinza, branco e preto. A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) já autorizou a comercialização do dispositivo da Samsung, que recentemente apresentou um outro modelo da linha Galaxy, o Galaxy S5 Duos, uma versão dual-chip do famoso e desejado S5.

Ao citar o S5 e vendo chegar o Alpha, uma pergunta surge no mercado: o novo lançamento pode ser considerado o sucessor do modelo anterior? As especificações técnicas de ambos são iguais ou parecidas? Quais as diferenças entre eles? Ou, numa comparação entre os dois, há um vencedor?

Analisando as especificações técnicas dos modelos, dá para identificar que o hardware do Alpha é um pouco inferior ao do S5. Enquanto o novo aparelho conta com dois processadores quad-core (de 1,8GHz e 1,3GHz), memória RAM de 2GB e 32GB para armazenamento, câmera de 12MP e tela de 4,7 polegadas (com resolução de 1.280p x 720p), além de bateria de 1.860mAh, o S5 tem um processador Snapdragon 801 de 2,5GHz, 2GB de RAM e 32GB para armazenamento (mais slot para cartões microSD), câmera de 16MP e tela de 5,1 polegadas (com resolução de 1.920p x 1.080p). Sua bateria é de 2.800mAh. São detalhes importantes e que fazem diferença para o usuário. No mínimo, o S5 leva vantagem em quesitos como câmera mais potente, bateria melhor e com mais vida útil e tela maior com resolução HD.

As imagens propiciadas pelo S5 são inquestionavelmente superiores. A diferença de funcionalidades de câmera pode não ser muito grande porque o aparelho recém-lançado também conta com recursos interessantes, como HDR, dual cam e foco seletivo. Porém, o S5 apresenta um sensor mais potente do que o do Alpha. Outro diferencial favorável ao modelo anterior é sua resistência à água e poeira, detalhes não presentes no Alpha. Diante disso, é possível afirmar que o S5 ainda é o principal smartphone top de linha da Samsung no que se refere a hardware, continuando, portanto, sendo a melhor opção para quem busca alta tecnologia.

Visual e conforto
Mas, para quem privilegia o visual e o conforto no manuseio, o Alpha é muito mais elegante e de dimensões mais compactas, além de ser 30 gramas mais leve do que o S5. O gadget, com acabamento em metal no lugar do plástico, pode estar dando início a uma nova geração de design da empresa, ressaltando estilos mais sóbrios.

Diante dos dois modelos, o que se pode afirmar é que o Alpha, ao contrário do que se imaginou, não chega para ser o sucessor do Galaxy S5, e sim para integrar uma nova divisão da linha Galaxy da empresa, que privilegia os aspectos visuais. São dois ótimos smartphones, mas que não devem competir entre si. A Apple, que prepara o lançamento do iPhone 6 para setembro, que se prepare para enfrentar a concorrência, agora dupla, da Samsung.

Fonte
Estado de Minas

Xperia Z Ultra quebra recordes de desempenho e supera Galaxy S4 Advanced

Olá pessoal,

Pelo jeito esse Xperia Z Ultra é um aparelho muito poderoso. Vamos ver a questão agora do preço. Creio também que a sua acessibilidade será muito boa já que está vindo com a versão 4.2.2 do Jelly Bean. A dúvida que fica é se ela vai vir pura ou com alguma alteração pela Sony.

Fiquem com a matéria!

O posto de smartphone mais poderoso do mundo tem um novo dono: o Xperia Z Ultra. O foblet da Sony ainda não foi apresentado, mas já quebra todos os recordes de desempenho em testes de pré-lançamento. Equipado com o poderoso processador Snapdragon 800, o aparelho superou todos os rivais no benchmark AnTuTu, inclusive o futuro Galaxy S4 “Advanced”, equipado com o mesmo chip.

O novo processador é apontado por especialistas como o mais poderoso da nova geração, capaz de executar vídeos na resolução 4K e games com qualidade de consoles. No entanto, o grande destaque do Xperia ZU será a tela, com 6,44 polegadas. O display possui a tecnologia Triluminos OptiContrast da Sony, que elimina camadas entre o vidro externo e o display LCD, tornando o aparelho mais fino e a imagem melhor definida.

Completam as especificações 2 GB de RAM, 16 GB de armazenamento interno com entrada para cartão microSD de até 64GB e uma câmera digital Exmor RS de 13 megapixels. O aparelho trará ainda Android 4.2.2 (Jelly Bean) de fábrica e a nova interface Xperia UI, com otimização para o uso de canetas. De acordo com o site ePrice, o sensor de toque do modelo é supersensível e reconhecer riscos feitos com qualquer stylus, caneta ou até mesmo lápis.

O foblet da Sony também contará com a proteção contra água e poeira que foi destaque no smartphone Xperia . Além disso, o ZU terá versões 4G e 3G, que a empresa deve lançar de acordo com a disponibilidade das redes nos países. A apresentação do foblet está marcada para 4 de julho, em Paris, às 9h30 no horário local.

Fonte:
TechTudo

Abraços

Como usar o Google Now no Android

Comprou um smartphone com Android Jelly Bean e não sabe como configurar o Google Now? O aplicativo é uma assistente pessoal do Google, também disponível para iPhones, que funciona de maneira simples e eficiente. Totalmente em português, com ele é possível checar a previsão do tempo e informações de trânsito. Para te ajudar a aproveitá-lo, o TechTudo preparou um passo a passo para você configurar o Google Now no seu Android.

Passo 1. Este tutorial foi feito no Galaxy S3, que tem como padrão um widget do Now na sua tela principal. Toque no nome “Google” para abrir as propriedades do app. Em dispositivos com botões virtuais, como Motorola Razr HD, toque no botão central e arraste para cima até o logo do Google, que aparecerá na tela.

Passo 2. Algumas pequenas informações que explicam como o aplicativo funciona são exibidas na tela. Toque em “Próximo”. São quatro passos até chegar à interface principal.

Passo 3. Nesta tela, você tem acesso aos cards, que nada mais são do que as informações que você quer ver sempre ali. Toque na opção “mostrar cards de amostra” para visualizar todos os que estão disponíveis.

Passo 4. Toque em qualquer um dos cards para configurar quando suas informações serão exibidas na tela inicial do Now. Por exemplo, quando você estiver na rua, o Google poderá exibir a distância e o tempo que faltam até o seu trabalho ou a sua casa. Próximo a aeroportos, o app exibe os horários de vôos.

Passo 5. De volta à tela principal, basta passar o dedo de baixo para cima e descer a rolagem do app. Assim, você verá os cards que configurou e que o assistente achar adequados para o momento. Caso queira eliminar algum deles, basta fazer o gesto da direita para a esquerda.

Passo 6. Ainda nesta tela, note que há uma barra na parte superior do aplicativo, que funciona como uma barra de buscas. Ela funciona tanto com digitação de texto como por voz; basta tocar no ícone de microfone e falar o que você deseja.

Passo 7 – Pronto! Seu Google Now está configurado. Agora você vai receber notificações e alertas sempre que ele achar interessante. Além disso, dependendo de onde estiver ao abrir o aplicativo, terá acesso a novos cards com relevância para o momento. Um bom exemplo é o fuso horário, que aparece em viagens internacionais.

Fonte:
TechTudo

Como liberar espaço na memória de seu Android?

Daniel Ribeiro
Para o TechTudo

Seu smartphone ou tablet anda meio pesado e você não sabe como liberar mais espaço no Android? Calma, em algumas etapas e com passos muito simples é possível fazer uma limpeza no seu dispositivo. Para te ajudar, o TechTudo preparou este tutorial com algumas dicas e passos para que você faça uma verdadeira faxina no seu dispositivo.

Etapa 1. Visualize o consumo da memória
Antes de começar a liberar o espaço em seu dispositivo Android, é aconselhável que você verifique quais são os dados que mais consomem a memória. Alguns apps, como o
SanDisk Memory Zone,
DiskUsage e,
Storage Analyser,
oferecerem bons recursos para organizar e visualizar sua memória. Porém, é possível fazer isso também pelo próprio menu de configurações.

Passo 1. Acesse o menu configurações do seu Android
Androids pode trazer menu “Configurações” na tela inicial ou de aplicativos
Passo 2. Selecione “Armazenamento” e veja as informações sobre os dados em seu dispositivo, diferenciadas pelo tipo de arquivos em sua memória e por legendas coloridas.

Etapa 2. Desinstale alguns apps
Baixar aplicativos no Android é fácil e pode ser feito rapidamente, porém isso gera um acúmulo com o tempo. Sendo assim, é bom checar quais games e programas ainda são necessários e deletar aqueles mais antigos e pouco usados.

Passo 1. Selecione a opção “Aplicações” no menu de “Configurações” de seu aparelho.
2. Selecione o aplicativo e aperte a opção “Desinstalar”.

Etapa 3. Mova os apps para o cartão de memória
– Androids antigos
Passo 1. Caso seu Android seja uma versão anterior à 4.0 Ice Cream Sandwich, acesse o menu “Configurações” e toque na aba “Aplicações”;
Passo 2. Selecione a opção “Mover para o cartão SD”.
– Versões recentes
Em versões modernas do Android, o envio de apps para o cartão de memória só pode ser feito em dispositivo que tenham realizado root. No entanto, é possível fazer isso de outra maneira.
Passo 1. Conecte seu aparelho ao computador e copie seus apps do dispositivo;
Passo 2. Cole os arquivos na pasta do cartão de memória.

Etapa 4. Limpe o cache de aplicativos
Os dados do tipo cache são utilizados para obter uma velocidade de acesso informações online de maneira mais rápida. Portanto, não pense duas vezes antes de excluir a memória cache de apps que você não acesse muito ou que não contenham informações pessoais importantes.
Passo 1. Ainda na opção “Aplicações”, no menu de “Configurações”, escolha apps pouco utilizados ou irrelevantes;
Passo 2. Na janela do aplicativo, toque no botão “Limpar cache”.

Etapa 5. Retire fotos e vídeos do seu dispositivo
Tablets e smartphones ajudam a registrar seu momento com fotos e vídeos. No entanto, com o tempo, os arquivos de imagens se acumulam e ocupam boa parte da memória dos aparelhos. Então, é melhor fazer uma limpeza do seu dispositivo. Há duas opções para isso:
– Backup na nuvem
Passo 1. Acesse o aplicativo “Galeria” e selecione os álbuns ou fotos que você deseja mover;
Passo 2. Compartilhe sua imagem ou vídeo pela nuvem, selecionando uma das opções no ícone de compartilhamento, como o Picasa ou aplicativos mais específicos como o Dropbox e Skydrive.

Salve os arquivos no seu computador
Passo 1. Conecte seu dispositivo ao computador pelo cabo USB.
Passo 2. Copie as fotos automaticamente na opção “Importar imagens e vídeos” ou explore as pastas de seu aparelho até encontrar os arquivos desejados e, em seguida, faça uma cópia para o seu PC.

Pronto! Com esses passos, o seu dispositivo ficará com a memória bem menos carregada e poderá ter um bom aumento de performance. Não esqueça de repetir esse procedimento com o tempo

Fonte:
TechTudo